Se você fizer um levantamento das suas finanças, possivelmente vai perceber que o maior consumo vem das contas do lar. Por isso mesmo, quem está economizando em casa consegue alcançar suas metas financeiras com mais facilidade.

Mas como, exatamente, você pode economizar na sua casa?

A verdade é que existem dicas práticas, ações pequenas que você pode tomar no seu dia a dia, que podem te ajudar a poupar dinheiro. E, quando você “salva” um dinheirinho de uma área, consegue investir em outras e até realizar sonhos!

Veja 5 dicas práticas para colocar em prática e iniciar seus projetos economizando em casa!

1. Controle de gastos

Quando se trata de vida financeira, muita gente costuma pensar que tem tudo sob controle porque, mentalmente, consegue fazer contas e “organizar” os pagamentos.

Se você é uma dessas pessoas, saiba que você pode estar se enganando – e consequentemente, se prejudicando!

A única maneira de ter um bom controle de gastos é fazendo este controle. Para isso, é fundamental que você identifique uma forma de organizar tudo o que você recebe, o que gasta e o que você precisa guardar para realizar metas.

Para isso, você pode usar planilhas, sites, plataformas online ou apps como o MeuCompromisso.

O MeuCompromisso permite que você tenha uma visão precisa sobre os seus gastos, com recursos extras que limitam o quando você deseja gastar em cada área da vida.

Além disso, o aplicativo pode ser compartilhado entre o casal, o que é ideal para quem quer construir uma vida em conjunto, com metas divididas e clareza total!

Aplicativo MeuCompromisso

2. Você está vivendo dentro do que você pode?

Todo mundo que ter uma vida confortável, morando em uma casa ampla e fazendo passeios constantes. Mas, nesse momento, isso tudo cabe dentro do seu orçamento?

Por vezes, as pessoas vivem acima do padrão que poderiam. E isso se torna negativo porque, a longo prazo, você pode entrar em dívidas e a vida que você tanto sonha ficar ainda mais distante.

Por isso, uma das dicas de quem já está economizando em casa é analisar se você vive dentro do que você pode bancar. Afinal, suas contas nunca devem ultrapassar o que você ganha.

Se seus gastos são maiores que seus recebimentos, ou mesmo se são do mesmo valor do que entra na sua conta, considere “recuar” no estilo de vida.

Nesse sentido, talvez você possa pesquisar um local com aluguel mais acessível, ou deixar de fazer algumas viagens, ou mesmo cortar as famosas “saidinhas” com os amigos. Viva sempre dentro do que você pode!

3. Economizando em casa na energia

Talvez você não saiba, mas a energia elétrica (junto do combustível) é o segundo maior gasto das famílias brasileiras. Entretanto, existem formas para economizar justamente nesse ponto que é tão necessário, mas que demanda tanto do orçamento.

Nesse sentido, algumas dicas práticas são:

  • Aproveite ao máximo a luz do sol, mantendo cortinas abertas na sua casa;
  • Não deixe luzes e aparelhos elétricos ligados sem necessidade;
  • Sempre que possível, tire eletrodomésticos da tomada quando não estão em uso, como a televisão, por exemplo;
  • Tente aproveitar os momentos de uso dos eletrodomésticos. Acumule roupas para passar com o ferro, pense em assar vários alimentos no forno elétrico na sequência, etc;
  • Programe eletrodomésticos para que se desliguem sozinhos quando você for dormir.

4. Diminua os pedidos de delivery

Contar com o delivery de alimentos é realmente uma “mão na roda”. Porém, esses pedidos descontrolados podem ser um grande gasto no seu orçamento.

O ideal é que você priorize cozinhar em casa ao invés de pedir comida de fora. Além de ser mais econômico, você também consegue controlar a sua alimentação para ter uma vida mais saudável.

Para quem tem família com crianças, o momento de cozinhar pode também ser visto como um tempo compartilhado, como se fosse uma grande brincadeira.

Crianças cozinhando

5. Considere comprar itens usados

Graças à internet, comprar produtos ficou muito mais simples. Mas, se você precisa entrar para o time de quem está economizando em casa, pode se beneficiar ao optar por compras de itens usados.

Grupos de redes sociais e plataformas dedicadas a vendas de itens usados são ótimos ambientes para fazer negociações.

Aproveite também para fazer um “desapego”. Tem algo em casa em boas condições, mas sem uso? Venda e tenha uma renda extra!

Economizar em casa é possível!

Muitas vezes, são ajustes simples e uma boa ideia de como está a sua vida financeira que servem como passos iniciais para uma mudança de vida.

Como você viu, é possível economizar em casa. E, por mais simples que algumas dicas pareçam, saiba que elas são extremamente funcionais. Que tal testá-las e colocar as orientações em prática?

Assim, ao longo dos meses, você poderá desfrutar de momentos ou coisas que essas pequenas economias trouxeram!