Conta conjunta ou separada? Esta é uma questão que todo casal já passou ou ainda vai passar quando resolver dividir o mesmo teto.

Se antes era comum que o casal dividisse tudo, até mesmo a conta corrente, este pensamento vem mudando.

Acontece que cada casal possui suas particularidades e nem sempre o que funciona para um, funciona para outro.

Neste sentido, confira vários pontos para considerar antes de definir entre conta conjunta ou separada para o casal.

O que considerar antes de escolher entre conta conjunta ou separada

Na hora de escolher entre conta conjunta ou separada é preciso analisar as preferências de cada casal. Existem aqueles que gostam de tudo junto. Assim como, aqueles que prezam pela individualidade.

Neste sentido, a decisão entre conta conjunta ou separada vai de encontro com longas e sinceras conversas.

É preciso considerar que a melhor escolha será aquela que corresponde às expectativas e estilo do casal. Além disso, é sempre melhor esclarecer a visão e relação de cada um com o dinheiro.

Inclusive, a conta conjunta ou separada não são as únicas opções disponíveis. Acompanhe.

Escolher pela conta conjunta

A conta conjunta tem como característica unir as contas para que todo o dinheiro seja gerenciado junto.

Neste sentido, esta alternativa favorece a transparência de gastos, a redução dos custos com a conta e taxas bancárias. Além disso, facilita a organização e planejamento financeiro.

Quanto aos valores estão todos centralizados, não há necessidade de discutir quem é responsável por qual pagamento. Afinal, o caixa é único para todas as despesas.

Quem gosta de saber como o cônjuge gasta o dinheiro e está em dúvida entre conta conjunta ou separada, deve optar pela primeira.

Ao possuir uma única conta, há acesso a todos os registros e movimentações. O que, inclusive, favorece as decisões de investimentos e compras.

Porém, a conta conjunta tem como desvantagem a dependência. Sempre que uma das partes quiser gastar uma parte do dinheiro, precisará comunicar o parceiro.

Esta falta de liberdade pode causar pequenas discussões caso o casal não seja aberto a um diálogo aberto e empático.

Casal com conta conjunta

Escolher pela conta separada

Está em dúvida entre conta conjunta ou separada, mas quer preservar a individualidade e independência? A resposta está na conta separada.

A conta separada proporciona autonomia para as partes. Além disso, esta modalidade preserva a privacidade financeira.

Muitos casais têm o diálogo aberto sobre assuntos relacionados ao dinheiro. Mas, preferem gastar o que ganham sem precisar ficar explicando como e onde gastou.

Além disso, cada pessoa possui perfil de investidor diferente. Adotar a conta separada pode reduzir consideravelmente as discussões entre o casal.

E, na hora de fazer um Pic Presente para seu cônjuge, poderá criar seu cartão com a tranquilidade de manter tudo como surpresa.

Neste sentido, a conta separada não causa aquele ar de desconfiança quando se olha o extrato e vê uma transferência desconhecida. Desta forma, a privacidade é respeitada.

No modelo de conta separada, o casal entra em um acordo sobre os gastos e despesas em comum. O restante fica a critério de cada um.

Este estilo de organização financeira é uma maneira de estabelecer limites e parâmetros. Embora a gestão seja um pouco mais complexa.

Como não há um caixa único, é necessário criar regras para pagamento. E até uma espécie de fluxo para conferir se as despesas em comum estão sendo pagas. Assim como, rever, de tempos em tempos, os acordo sobre os gastos.

Casal com conta separada

E se a opção for não escolher entre conjunta ou separada?

Se o casal prefere uma conta conjunta para a casa, mas também quer manter a privacidade, como escolher? Conta conjunta ou separada?

Neste caso, é possível criar uma nova modalidade. O casal cria um caixa específico para as despesas e metas em comum. Este caixa pode ser tanto uma conta conjunta, como uma meta financeira.

Então, o casal estipula o percentual de dinheiro que cada um irá depositar no caixa. O controle deste dinheiro é em conjunto e transparência. Inclusive, inclua um percentual para investirem juntos. Assim, vocês conversam sobre o assunto e criam objetivos conjuntos para o futuro.

Utilizando um caixa para as despesas em conjunto, as contas da casa são facilmente administradas. Além disso, a privacidade e individualidade de cada um é preservada.

Aqui no MeuCompromisso vocês podem criar metas em comum. E, até mesmo, criar dois cartões para a mesma conta.

Descomplique a gestão financeira, use o MeuCompromisso! Clique no botão da sua loja de apps abaixo, crie sua conta e aproveite todas as vantagens dessa ferramenta completa.